Notícias Falsas


Por favor, saia deste blog e vá para este, muito melhor e mais atualizado.



Escrito por O Editor às 18h46
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Magallanes, artilheiro da seleção uruguaia, será galã de filme ao lado de Antônio Banderas

As críticas são duras. Como atacante, Magallanes é um fiasco.

Mas como ator, ele não faz feio.

Contracenando com Antônio Banderas, formam uma dupla de ciganos toureiros que acabam tendo um caso.

O roteiro não é original, já que o tema surgiu primeiro em “O Segredo de Brokeback Moutain”, mas a dupla Banderas-Magallanes é perfeita, alega a critica.

Com cabelos longos e encaracolados, os dois são toureiros que vivem nas montanhas ao norte da Espanha.

No final do filme eles quase se beijam, mas o beijo não foi aprovado na versão final, porque o enredo apresenta um bloqueio psicológico e emocional intransponível.

O diretor, Pirro Almondegar, criou então dois finais alternativos, um com o beijo, e outro sem o beijo, que acabou sendo o escolhido. Almondegar decidiu não apresentar o beijo, mas ele foi ensaiado à exaustão para a versão alternativa. Depois de oitenta e cinco beijos diferentes gravados em diferentes ângulos e tomadas, Almondegar preferiu não arriscar, mas elogiou muito os atores: “Magallanes é sublime”, diz ele, “e Banderas é divino!”.

É realmente um belo filme.

 

 Banderas, Almondegar, Magallanes, e O Segredo

 



Escrito por O Editor às 19h33
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




A AMCCA – Associação Mundial de Carroceiros com Carroças Azuis – faz mega-convenção em Madri e para o país aos gritos de “ôôôaaaa égua!

Seu Zé, que tem uma carroça azul de fretes ali na pracinha da igreja, agora não pode ser encontrado na cidade.

“Está em Madri”, diz sua esposa, Dona Maria, enquanto enxuga as mãos molhadas no avental. “O Zé foi mais uma vez na convenção da AMCCA”, complementa ela.

Depois, de mãos enxutas, Dona Maria convida nossa equipe de reportagem para um cafezinho e explica melhor:

“Vocês são a quarta equipe de repórteres que aparece só hoje atrás do Zé. Ontem foram umas oito equipes procurando ele.”

Bebemos o café quentinho e perguntamos se o Seu Zé volta logo.

“Ah! Só depois de assinado o protocolo de intenções que será enviado à OIT e à ONU”, explica ela. “Sem o Zé, não há protocolo. Ele é o gerente sênior da Subcomissão para Salvaguardas”, emenda, enquanto guarda as xícaras.

Mas, se o Seu Zé não está na cidade, quem faz os fretes?

“Agora é o Tião Preto. Ele mora no fim da rua, perto do matadouro. Ele não sai dali de baixo daquele pé de abacate. Ele tem uma carroça até boa, mas pena que é verde.”

Pelo visto, Seu Tião não é afiliado à AMCCA.

Coitado do Seu Tião.

 

 A carroça verde do Tião não entra, nem a vermeia, nem a colorida; só a  azur do Seu Zé

 A carroça verde do Tião não entra, nem a vermeia, nem a colorida; só a  azur do Seu Zé



Escrito por O Editor às 14h50
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Jornalista americano condecorado por ferimento em batalha no Vietnã diz que imagens da guerra não passam de farsa montada em estúdio da Marinha americana

Publicado nos Estados Unidos o livro talvez mais revelador das últimas três décadas. Intitulado “A Guerra nos Bastidores”, é o primeiro manifesto do jornalista americano Steve Larsin.

Tendo se formado em 1967 em jornalismo em Los Angeles, cobriu grandes eventos da contra-cultura, na Califórnia, e fez parte de experiências com LSD com o grande psicólogo Timothy Leary.

Depois, foi enviado como observador no front do Vietnã do Sul. Na guerra, acabou sendo ferido e retornou para três décadas de silêncio. Que segredos guardou de tudo o que vivenciou por lá?

Tudo está no livro. Para Larsin, tudo não passou de conspiração do governo americano, e ele foi na verdade posto fora de ação pela CIA exatamente porque fora longe demais com suas investigações.

“Nunca houve uma guerra no Vietnã”, afirma ele.

“E o homem nunca esteve na Lua”, instiga.

“Todas aquelas imagens de bombas e do pouso das Apollo foram cenas gravadas em um grande estúdio cinematográfico da Marinha americana. Eu vi com meus próprios olhos. Eu estive nos bastidores”, diz ele.

Os céticos dizem que ele nunca esteve em estúdio algum, mas ele retruca, enfurecido: “eu, Steve Larsin, estive lá, sim!”

Larsin levou um tiro de fuzil que arrancou seu lóbulo frontal direito. Ficou em coma por vinte anos. Acordou em de repente em 2005. Desde então reaprendeu a falar, comer e está lentamente voltando a escrever.

Por causa do acidente, seu rosto é pálido e com algumas cicatrizes.

Embora aprenda rápido e se vista com esmero, Larsin ainda usa fraudas.

 

 Larsin, descontraído em seu escritório

Larsin, descontraído em seu escritório 



Escrito por O Editor às 13h31
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Hagrid deixa Hogwarts para ser o novo vocalista do Jethro Tull

Depois de fazer sucesso como o auxiliar feioso, mas bacana, que faz as coisas acontecerem em Hogwarts, a escola para bruxos onde estuda Harry Potter, Hagrid, o bruxo barbudo, resolveu deixar o mundo acadêmico e tentar a sorte no mundo artístico.

O convite foi irrecusável: ser o líder do Jethro Tull, a lendária banda de rock inglesa que atua desde os anos 60, depois da morte de seu líder, Ian Anderson.

Anderson morreu de velhice.

Hagrid, feliz, confirma a decisão.

“Não é uma flauta mágica, mas é uma flauta e vou soprá-la com muita magia...”

Hagrid foi escolhido depois de uma seleção no qual concorreram nomes famosos, como Sivuca e o temível Pai Mae, o guru de Kill Bill.

 

O Jethro Tull e os concorrentes: Sivuca, Pai Mae e o vencedor Hagrid 

O Jethro Tull e os concorrentes: Sivuca, Pai Mae e o vencedor Hagrid



Escrito por O Editor às 18h22
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Julinho Paulista sente fisgada no queixo e sai de maca

Depois de longos anos de ostracismo em um clube da terceira divisão do campeonato escocês de futebol, foi lamentável a despedida dos gramados do jogador Julinho Paulista.

Sempre uma promessa com seu drible ágil e surpreendente, Julinho acabou decepcionando o público. Marcou sua carreira por sucessivos fracassos na hora de finalizar os gols e ficou conhecido como um mero ciscador no mundo do futebol.

Devendo resultados em suas atuações, foi sendo vendido para times cada vez mais irrelevantes do futebol britânico.

Neste domingo, levou uma bolada no queixo e despencou, inconsciente.

Retornou ao gramado minutos depois, mas reclamou o restante do jogo todo. Alegou sentir uma forte fisgada no queixo protuberante. Foi substituído e saiu de maca. Na saída, declarou: “é o fim. Esse queixo sempre foi um problema, mas hoje ele acabou comigo”.

Adeus, Julinho.

 

 A torcida, no começo da carreira; a foto oficial da última partida; Julinho, em um acesso de fúria; o final dramático.

A torcida, no começo da carreira; a foto oficial da última partida; Julinho, em um acesso de fúria; o final dramático.



Escrito por O Editor às 16h01
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Povo Ni continua assustando viajantes perdidos em floresta da Inglaterra

O governo britânico não parece capaz de desfrutar de paz por períodos muito longos. Seja no exterior, com as recentes guerras no Afeganistão e no Iraque, e no passado, nas Malvinas, na Primeira e Segunda Guerras Mundiais, além de diversas guerras coloniais ao longo de séculos, seja no interior, com o IRA, o Exército Republicano Irlandês, ou com muçulmanos terroristas, Londres sempre teve problemas, mas agora é a vez de Sua Majestade deparar-se com a ameaça crescente do sinistro povo Ni.

Habitantes das florestas, os Ni ficaram famosos após os filmes do grupo Monty Python. A partir de então, ganharam um caráter político e passaram a assustar os viajantes perdidos nas florestas com ameaças cada vez mais comprometedoras para Londres.

O último refém libertado foi trocado por uma dispendiosa caixa de gomas de mascar e ainda mais dois caros espelhos de tamanho médio com bordas douradas.

“É inaceitável”, reclama um alto funcionário do governo britânico com seu longo bigode, enquanto bebe seu chá.

O funcionário pediu para permanecer no anonimato, alegando recomendações da Scotland Yard.

 

 O povo Ni, reunido para a batalha

 O povo Ni, reunido para a batalha



Escrito por O Editor às 22h48
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Agulhas amestradas dão show em Paris

Era para ser apenas uma ou duas apresentações gratuitas em residências de fãs anônimos do grupo, mas acabou fazendo tanto sucesso e o boca-a-boca foi tão intenso que uma turnê teve de ser improvisada para os próximos meses em uma famosa casa de shows em Paris. Na Internet, os ingressos estão esgotados. O que justifica tanto sucesso?

“Não sei dizer... apenas dançamos ao som de Britney Spears...”, diz com agudeza a esguia Teka, a agulha líder. Espetada na ponta de um dedal comum, ela parece não compreender a grandeza de sua graça e fineza.

Teka descansa para os próximos shows 

Teka descansa para os próximos shows 

 



Escrito por O Editor às 18h42
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Cordilheiras do Himalaia parecem ondular no decorrer do dia, afirma geólogo tibetano em jejum a três semanas

O geólogo tibetano Thai Sen Sang tem chamado a atenção do mundo científico ao questionar a realidade da matéria.

Para Sen Sang, tudo é energia, mesmo quando temos a certeza de estarmos diante de algo sólido e imutável.

Ele convida qualquer um a testar suas próprias convicções sobre o tema por meio de um teste que chama de Concentração Profunda.

Ele próprio é um mestre em sua técnica.

O processo é longo e exaustivo, mas jamais falha, garante Sen Sang.

Basta que o indivíduo se concentre em algo sólido e imóvel e assim permaneça, sem comer nem beber, em completo jejum, por pelo menos duas horas ininterruptas.

“Quanto mais tempo concentrado, menos sólido é o mundo”, afirma o mestre.

Ele costuma jejuar e se concentrar por longos períodos, por vezes até semanas seguidas, fixando a vista no horizonte, contemplando a Cordilheira do Himalaia, uma muralha de rocha sólida e imóvel perfeita para seu teste.

Ele afirma que normalmente depois de apenas vinte horas nada mais permanece como era no começo.

“Vejo a Cordilheira do Himalaia ondular ao longo do dia”, garante.

Questionado, um de seus discípulos e aluno, que preferiu manter o anonimato temendo ser punido pelo mestre, confirma o veredicto do mesmo: “funciona realmente comigo. Depois de duas horas olhando para o teto de meu quarto, sem comer nem beber, durmo e acordo sem saber qual o rumo que devo tomar...”

Essas experiências têm intrigado profundamente a comunidade científica.

 

 O Mestre Sen Sang, e o discípulo, tímido, falando para esta reportagem

 O Mestre Sen Sang, e o discípulo, tímido, falando para esta reportagem



Escrito por O Editor às 20h23
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Arca encontrada

Buscando esclarecer um mal entendido, a redação informa que foi encontrada uma arca de madeira de cor marrom escura, de aproximadamente quarenta centímetros de cada lado, contendo alguns pertences, entre eles algumas cuecas sujas e um moletom azul escuro com gorro, com os dizeres “Rodela’s Surf” em letras brancas nas costas. A arca foi encontrada debaixo de um banco da rodoviária do município de Rodelas, na Bahia. A pessoa que a encontrou encaminhou a mesma a esta redação, e por questão de caridade, publicamos no domingo passado uma chamada nas páginas de classificados, sob o tema  “achados e perdidos”. O objetivo do anúncio era tão somente alertar o dono da arca para que o mesmo viesse restitui-la junto a essa redação.

No entanto, desde a manhã do domingo da publicação do anúncio temos recebido milhares de telefonemas e e-mails do mundo todo, e hoje há nas portas de nossas dependências dezenas de equipes completas de reportagem das maiores redes de televisão de todo o planeta.

Todos querem saber a mesma coisa: a arca encontrada é a Arca de Noé, a Arca da Aliança, a Arca Perdida ou o Baú da Morte?

Para pôr um ponto final à questão, esclarecemos a todos que a arca encontrada não é nem a Arca de Noé, nem a Arca da Aliança, nem a Arca Perdida de Indiana Jones, nem a Arca das Tábuas das Leis, ou a Arca dos Dez Mandamentos, ou a Arca do Capitão Kidd, muito menos o Baú da Morte dos Piratas do Caribe.

Confirmando: nenhum imenso navio de madeira foi encontrado sobre o monte Ararat, na Turquia; nenhum baú com leis bíblicas talhadas em pedra pelos dedos do próprio Deus foi encontrado em alguma caverna obscura em algum país do chifre da África ou do Oriente Médio; nenhum baú com tesouros foi desenterrado em alguma ilha paradisíaca do Caribe.

O possível dono da arca encontrada certamente não se chama Noé, nem Moisés, nem Jack Sparrow.

Concluímos essa nota de esclarecimento com um pedido desesperado: deixem-nos em paz, por favor!

 

 É só isso: uma simples arca!

É só isso: uma simples arca! 



Escrito por O Editor às 19h20
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Itamar Franco queria cercar Minas com Grande Muralha

Somente depois de um longo processo em que cidadãos conscientes brigaram na Justiça pela abertura de informações secretas do governo mineiro é que o escândalo vem a conhecimento público.

Os documentos são claros: Itamar Franco, ex-presidente da República e ex-governador de Minas Gerais, tinha um plano mirabolante para seu estado natal.

Depois do fracasso de sua tentativa de ressuscitar o Fusca, enquanto ainda presidente, Itamar, na época já governador de Minas Gerais, em uma tentativa desesperada de ganhar prestígio junto a seu eleitorado, buscou obter recursos internacionais para financiar aquela que deveria ser sua marca registrada para a posteridade: a Grande Muralha Mineira.

Buscando isolar Minas do resto do Brasil, Itamar pretendia construir um muro nos moldes da Grande Muralha da China, do Muro de Berlim e dos mais recentes Muro da Cisjordânia e Muro da Fronteira do México.

As razões alegadas nos documentos secretos eram simples: impedir que o contato entre as pessoas e o trânsito interestadual livre acelerasse o processo por meio do qual as diversas culturas das diferentes regiões do país contaminam a cultura mineira tradicional. Itamar temia pelo fim do pão de queijo, pelo fim do doce de leite, pela extinção do sotaque típico de capiau do mineirinho velhaco do campo, e ainda acreditava que mais cedo ou mais tarde São Paulo acabaria invadindo e tomando Minas, como forma de revanche pela derrota na Revolução de 1932, além de que, era um estado comandado pelo PSDB, um partido tido por ele como não confiável.

Itamar, contatado pela mídia, nega tudo e diz que está sendo vítima de forças ocultas.

Itamar agora é embaixador do Brasil na Disneylândia.

 

 O mundo lá fora, visto pela mente de Itamar

 O mundo lá fora, visto pela mente de Itamar



Escrito por O Editor às 13h28
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Cientista comprova: sogras são imunes a pulgas e carrapatos

O grupo de pesquisas na área de doenças tropicais do Instituto Butantã, chefiado pela Doutora Benedita Aranha, publicou o resultado de seu último estudo na conceituada revista científica Nature, chocando comunidades mais conservadoras mundo afora.

O estudo deixa claro: sogras são imunes a pulgas e carrapatos.

Doutora Aranha teve um lampejo de genialidade ao perceber que sua própria sogra, que sempre morou com uma dúzia de animais domésticos, nunca apresentou qualquer tipo de infestação comum a seus cães e gatos. Daí, foi só confirmar o que sua intuição lhe apontava.

O artigo relata casos em que mesmo depois de passarem uma semana inteira confinadas em quartos de laboratório repletos de milhares de tarântulas e viúvas negras com altíssimo grau de periculosidade, sem contar os milhões de pulgas, carrapatos e micuins,  e bilhões de chatos, micro-ácaros que adoram se prender às genitálias de suas vítimas e chupar sangue sem serem percebidos, todas as sogras se saíram bem, sem nenhuma picada registrada.

Qual o segredo dessa imunidade?

Uma senhora de setenta e seis anos, sogra, que preferiu manter o anonimato temendo ser reconhecida e perseguida pela nora, revela sua estratégia: “para cima de mim, não! Eu não tenho papas na língua e vou logo rasgando o verbo. Comigo, não!”, esbraveja ela, escumando a boca.

 

 Sogras comemoram o resultado das pesquisas

 Sogras comemoram os resultados das pesquisas



Escrito por O Editor às 19h35
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Estátua de cento e sessenta metros de altura de Roberto Dinamite é inaugurada com sucesso

O povo carioca rendeu homenagens àquele que, segundo numerosas opiniões, é tido como o melhor jogador do mundo. O governo do estado do Rio de Janeiro inaugurou a mais nova atração da cidade: uma estátua de cento e sessenta metros de altura do jogador Roberto Dinamite.

Construída na orla esquerda da entrada da Baia de Guanabara, pode ser vista a longa distância e espera-se que atraia milhões de turistas ao longo das próximas décadas, curiosos pela história do grande craque.

A escolha de Dinamite não foi óbvia. Depois de uma longa pesquisa, ele venceu na opinião dos cariocas, deixando para trás nomes famosos. Abaixo, segue-se a lista, por ordem de votação, dos dez mais cotados para receber a homenagem em forma de estátua:

01 – Roberto Dinamite

02 – Iguita

03 – David Beckham

04 – Renato Gaúcho

05 – Biro-Biro

06 – Maradona e Romário (empatados)

07 – Pelé

08 – Mário Galvão

09 – Ronaldo e Zenon (empatados)

10 – Zico e Nezinho do Friburguense (empatados)

 

 Dinamite, imortalizado!

 Dinamite, imortalizado!



Escrito por O Editor às 19h09
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Ambiente: Furacão na Flórida vira navio no avesso

O que começou como uma tempestade tropical acabou virando um furacão de tamanho 8,5 na Escala Richter.

Apesar dos alertas emitidos pela Guarda Costeira da Flórida, um navio não teve tempo de procurar abrigo e foi varrido pelos ventos de até 813,57 km por hora.

No final, o navio virou no avesso.

O Capitão, que preferiu manter-se no anonimato, alegou que foi até bom terem passado pelo furacão.

“Agora, nosso convés está limpo como um osso, macacos me mordam...”

 

 O furacão, o que sobrou da popa virada no avesso, a tripulação tentando desencalhar o restante do navio e o capitão, assustado, que preferiu manter-se no anonimato.

 



Escrito por O Editor às 15h00
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Ilustrada: Paparazis gravam uivos estranhos vindos do Palácio de Buckingham.

Paparazis sempre estiveram nas imediações de reis e rainhas do mundo todo. Quando então o assunto é a monarquia inglesa, paparazis ficam eufóricos. Muitos atribuem a eles a culpa pela morte da Princesa Diana, em virtude de uma excessiva proximidade e de uma excessiva curiosidade que pode ter culminado com o acidente que a vitimou. Apesar dessa possível participação na morte de Diana, paparazis não dão trégua à família real.

Fotografam, filmam, vigiam e gravam todos os movimentos em todos os lugares possíveis. O Palácio de Buckingham, sede do poder real inglês, não passa um único minuto sem a vigilância atenta de algum paparazi mais resistente e curioso. Todos querem saber o que se passa nas penumbras da noite no grande palácio. A que horas dorme a rainha? O que ocorre naquele quarto com as luzes acesas tão tarde da noite? Que som é este que vem daquele canto escuro?

Pensando em dar respostas a essas perguntas curiosas, paparazis agora estão investindo pesado em equipamentos de escuta. Como o Palácio é protegido por seguranças, e os membros da corte vivem sempre às escondidas do grande público, o uso de equipamentos de escuta de longa distância passou a ser a solução, já que nem fotografias com o uso de máquinas com poderosas lentes objetivas estão sendo úteis nos últimos tempos.

Já a escuta noturna tem proporcionado informações muitíssimo interessantes. Uma vez gravadas, as escutas não são consideradas ilegais, já que são feitas à longas distâncias. E vez por outra, sites na Internet e tablóides publicam partes de gravações com vozes e sons de interesse do público em geral. Como são feitas à grande distância, as gravações não têm boa qualidade, e não permitem que se faça uma boa identificação de sua fonte. Quando são vozes, raramente se pode dizer se é uma voz masculina ou feminina, quanto mais identificar seu autor. Quanto aos sons em si, que não sejam vozes, a identificação é ainda mais difícil.

Um ruído pode ser provocado literalmente por qualquer coisa. A única certeza é que eles provêm de Buckingham, mas este fato já é o suficiente.  Sites na Internet colocam amostras de sons para seus visitantes, mas os jornais, que são mais populares, não podem oferecer esse recurso. No entanto, eles fazem o possível. Sons que não vozes não são possíveis de serem transcritos, mas podem ser descritos com razoável clareza nas páginas dos jornais. Já as frases podem ser reproduzidas tranqüilamente, ainda mais que não possuem qualidade suficiente para terem identificados seus autores.

Abaixo, seguem-se algumas transcrições de frases e descrições de alguns sons gravados por paparazis anônimos durante algumas noites ao longo dos últimos meses:

Domingo para segunda-feira, 4:45 h:

Som de bocejo... som de chinelos arastando-se no assoalho de madeira... alguém solta gazes... som de urina no vaso... descarga... som de lençóis...

Primeira voz: mijou?

Segunda voz: mijei...

Primeira voz: então agora dorme...

Segunda voz: ahã...

Mais sons de gazes... tosses...

Primeira voz: porca!

Segunda voz: ahã...

silêncio.

Quinta-feira para sexta-feira, 23:57:

Sons de tecidos rasgando-se... sons de madeira trincando... alguém começa a gemer... o gemido aumenta... a voz que geme começa a rosnar como um cão... mais sons de tecidos rasgando-se... sons de suspiros de narinas como as de um cavalo... os sons de suspiros se intensificam e ouve-se uma série de uivos longos e grossos como os de um lobo... sons como de um grande e pesado animal correndo por algum corredor... o som vai sumindo, como se o suposto animal sumisse em direção contrária ao ouvinte... som muito baixo, mas discernível, de galinhas em pânico...

Silêncio...

Sexta para sábado, 01:45 h:

Som de música dançante, provavelmente jazz, com solo de saxofone ao fundo... som de cadeiras arrastando... risos de duas pessoas... som de estouro, provavelmente champanhe... estalos de lábios... sons de sapatos, alguns passos... uma janela é provavelmente aberta, pois se ouve de repente sons de buzinas e carros mais claramente no ambiente...

Primeira voz: vai chover...

Segunda voz: vai nada...

Primeira voz: vai sim...

Segunda voz: f***-se... no Batmóvel não chove dentro...

Primeira voz: Ah, Batman, me deixa dirigir o Batmóvel na chuva hoje?...

Segunda voz: não... você é de menor... e chega de beber refrigerante... temos de voltar ao nosso posto... terroristas podem atacar a qualquer momento e Superman não pode cobrir o lado norte sozinho...

Silêncio.

 

 Batman brinca com os seguranças do Palácio, em um raro momento de descontração

 

 



Escrito por O Editor às 03h57
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Cotidiano: Torre Eifell está entortando.

Não bastasse a famosa Torre de Pizza que está constantemente sob cuidados de especialistas os mais diversos para que seja mantida em pé, agora é a outra famosa, a Torre Eifell, em Paris, que ameaça a tranquilidade dos engenheiros franceses.

O problema foi descoberto graças à alta tecnologia dos computadores. Um engenheiro especialista em estruturas metálicas percebeu que a Torre está inclinando por meio de estudos de fotos da mesma disponíveis na Internet.

Desempregado, o engenheiro já foi ativista do Partido Socialista Francês, hippie e participou de estudos sérios em raves no entorno de Paris pesquisando os efeitos da droga extasy na oxidação de estruturas metálicas e em neurônios, tendo inclusive testado a droga em seu próprio organismo por centenas de vezes. Agora, quer provar que pode deter a queda da Torre Eifell com o uso de suportes e rebites estrategicamente atarrachados por toda a estrutura da torre.

Céticos questionam o método, dizendo que se a torre estiver mesmo caindo, será preciso mais que rebites e suportes. Um segundo grupo questiona o próprio fato de a torre estar caindo. Dizem que foram pessoalmente até a torre e não notaram nada de anormal na inclinação da mesma.

O engenheiro polêmico diz que está certo, já que usou milhares de fotos postadas na web, mediu seus ângulos estatisticamente, e selecionou as fotos mais ilustrativas. "Não tem como não ver que a torre está torta", afirma ele.

Mas céticos afirmam que não é a torre que está torta, e sim as fotos, já que muitas delas são fotos tiradas por amadores, sem nenhum senso de direção e alinhamento. O engenheiro argumenta que não podem tantas fotos estarem tortas ao mesmo tempo.

"Milhares de fotógrafos não podem estar com labirintite", argumenta novamente.

Na dúvida, um grupo de engenheiros da prefeitura de Paris fizeram medições precisas com lasers, e nada foi constatado de anormalidade, mas agora a medida já parece ser tarde. O engenheiro, que possui um site na internet, já conseguiu convencer milhares de internautas e já os mobilizou para um projeto intitulado "Salvaremos a Torre", com mais de 300.000 cadastrados.

Depois do estudo feito pela prefeitura parisiense com lasers, agora o grupo de salvamento da torre mudaram de estratégia e mobilizam fundos para que consigam o impensável: desentortar uma torre que não está entortando. Parece impossível, mas o grupo, liderado pelo engenheiro, garante que é possível, nem que para isso tenham que entortar a torre reta.

E não estão brincando quanto a isso. Com os fundos, já prometeram que irão alugar um gigantesco guindaste de uma empresa de construção civil e, com a ajuda de cabos de aço, farão a torre vergar alguns metros. Depois, usarão vigas e rebites, como quer o mentor da idéia, e colocarão a torre de volta no seu eixo original.

"Esse maluco tomou ácido demais", afirma uma alta autoridade francesa, que não quis se identificar, temendo represálias do grupo do engenheiro, que tem usado de violência para conter seus opositores.

Mas o projeto parece seguir firme: já foram arrecadados $ 9.234.988,33 Euros em menos de dois dias de campanha.

"Com essa grana toda chegando nesse ritmo, poderemos demolir e construir um nova Torre Eifell de ouro", afirma um associado do grupo.

A idéia não é errada, mas não deveria ser levada a sério. No entanto, para desespero dos franceses mais tradicionais, está sendo. Alguns membros já doaram alianças e obturações, e uma faixa já foi afixada numa rua perto da torre: "vamos erguer essa m... com ouro!".

É esperar para ver.

 

Há ou não um desvio real? É curioso! 

 

 



Escrito por O Editor às 02h19
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Ciências: Confirmado: arroz-doce é cancerígeno.

Um grupo de cientistas especializados em nutrição acabam de concluir o que todos temiam já a algum tempo: arroz-doce é cancerígeno.

A conceituada revista científica vietnamita Han Goo publicou matéria em que um grupo de nutricionistas vietcongues submetem ninhadas de ratos famintos a quatro dietas diferentes: a primeira ninhada recebe uma ração de isopor como placebo; uma segunda ninhada recebe arroz branco cultivado à base de agente laranja puro, e uma terceira ninhada fica sem comer por tempo indeterminado, até que a experiência se conclua, como grupo de controle. Já o quarto grupo de ratinhos recebe uma porção de arroz-doce irradiado com césio-127.

Os resultados são desanimadores, para não dizer desastrosos: o primeiro grupo de ratos perecem sem tocar em nenhum grão de isopor. O segundo grupo perece depois de perder os pêlos e apresentar chagas ulcerosas avermelhadas e pustulentas profundas. O terceiro bando de ratos perece em sua maioria, já que no final sobra apenas um deles, que se alimentou dos demais, num processo de canibalismo justificado pela fome extrema. Já o quarto grupo, o do arroz-doce, ficam carecas, perdem os dentes, sangram as gengivas e desenvolvem saliências que posteriormente foram diagnosticadas como câncer depois de biópsias nos cadáveres.

A biópsia identificou ainda que algumas fêmeas estavam grávidas de centenas de ratinhos disformes do tamanho de larvas, sem chance alguma de desenvolverem-se. Logo, concluíram os cientistas vietcongues, o arroz-doce é a causa do câncer nos roedores.

Afetando os roedores, pode afetar o ser humano, concluíram, alarmados.

Preocupada, a população vietnamita tem evitado comer arroz-doce, embora continue comendo arroz puro, sem adoçantes naturais.

Alguns cientistas ocidentais questionam os métodos vietnamitas, mas pesquisas levadas a termo no vizinho Camboja, atualmente chamado Mianmar, chegaram a conclusões parecidas.

Lá, cientistas do Kmer Vermelho juntaram dois milhões de ratos e borrifaram todos com uma mistura de arroz-doce, césio-127, agente laranja e grãos de isopor. A mortandade foi total, tanto por câncer, como por inanição, canibalismo e chagas purulentas.

No entanto, os cientistas do Kmer Vermelho não puderam diagnosticar com certeza a relação entre o câncer e o arroz-doce.

"Foi uma experiência crucial, e muito excitante de se realizar, embora que inconclusiva", admite um cientista cambojano, que preferiu manter o anonimato temendo represálias do governo cambojano.

 

Laboratório de Campo para a Pesquisa do Câncer no Vietnã 

 



Escrito por O Editor às 00h23
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Esporte: Trapo enrosca em suspensão e Barrichelo pára.

Era para ser mais uma derrota em Monza para Rubinho Barrichelo, mas se tornou histórica pelo motivo: após iniciar em segundo no grid de largada, foi ultrapassado sucessivas vezes até ocupar o nono lugar. O tempo em Monza estava bom, mas mesmo assim, Rubinho teve dificuldades em manter a nona colocação.

Por fim, na penúltima volta, passou acidentalmente sobre um pedaço de trapo, provavelmente de alguma faixa promocional ou de algum fã, e acabou parando nos boxes para não voltar mais. Desta vez, nem o charme de seu novo macacão de corridas, desenhado por Armani, que ele estreou em Monza, ajudou.

Em entrevista coletiva, explicou: "pode parecer que estou fazendo cena, mas não. O trapo atrapalhou mesmo e o caro perdeu desempenho...".

Indagado se não poderia seguir por mais uma volta até encerrar a corrida em nono, disse que "não, não poderia. O trapo acabou comigo...".

Um repórter comparou-o a Senna, que em diversas ocasiões venceu dificuldades e chegou até a reta final, mesmo sem usar um macacão tão chique quanto o Armani de Rubinho. Rubinho perdeu o controle e respondeu "..mas eu não sou o Senna, e ele nunca enfrentou um trapo como eu!", e encerrou a entrevista.

Enquetes em diversos sites na Internet têm perguntado ao público se Rubinho estava realmente com problemas ou foi apenas encenação.

A maioria das respostas é: "Foi cena".

 

 

Rubinho exibe seu novo macacão Armani à imprensa depois de derrota histórica. 

 



Escrito por O Editor às 17h04
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Economia: Vacas produzem mais leite quando cantam.

Após diversos ganhos de produtividade advindos de novas tecnologias na área da pecuária, os australianos agora deram um passo largo em busca da liderança em produção leiteira. Pecuaristas australianos já usam as melhores linhagens de vacas leiteiras, as melhores rações, os melhores sistemas de confinamento e ordenha.

Em 2000, depois de longas pesquisas, descobriram que vacas são suscetíveis de melhor produtividade mediante a influência de certos fatores psicológicos, como um ambiente limpo e com música calma. Desde então, passaram a instalar caixas de som nos estábulos, e as vacas, ouvindo Mozart e Bach durante as primeiras horas da manhã, aumentaram a produção de leite em 15%.

Animados com a tecnologia, produtores mais arrojados arriscaram o passo seguinte: ensinar as vacas a cantarem. E deu certo!

Com a ajuda de funcionários contratados de conservatórios renomados, os produtores conseguiram um aumento de mais 15% na produtividade, elevando o patamar da Austrália a níveis sequer imagináveis dez anos atrás.

A técnica é simples: cantores líricos são orientados a cantar trechos de óperas clássicas pela manhã para as vacas, que são sempre recompensadas com bocados de capim quando respondem com algum mugido significativo. O processo é lento, mas gratificante. Algumas vacas mais inteligentes já conseguem cantar longos trechos de óperas de Verdi sem a ajuda dos cantores.

"Elas são talentosas", diz um instrutor de canto, que preferiu manter o anonimato.

 Algumas gravadoras do mercado fonográfico, como a Sony, já pensam em gravar um CD somente com cantos líricos das vacas leiteiras australianas, e têm investido em equipamentos e patrocínios. A idéia parece tentadora para os donos das vacas, que podem ganhar algum dinheiro extra com direitos autorais.

"Faremos uma turnê mundial com elas", anima-se um produtor musical.

As Spice Girls que se cuidem com a nova concorrência.

 

Uma vaca, muito concentrada, gravando uma ária muito difícil 

 



Escrito por O Editor às 03h56
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Ecologia: Chita grávida de Urco.

Aconteceu o que poucos esperavam, exceto alguns ambientalistas mais radicais: a chipanzé Chita, famosa por participar do seriado televisivo Tarzan, está grávida de Urko, o gorila general do também seriado televisivo Planeta dos Macacos.

Embora que de espécies diferentes, o casal de símios espera que seu filhote nasça normalmente, afinal, Urko também é fruto de espécies diferentes, uma mistura do cruzamento entre gorilas e humanos, e nem por isso deixou de ser bem sucedido na vida profissional, tendo chegado a se tornar general ainda muito jovem.

A comunidade ecológica está eufórica, e o casal já deu várias entrevistas, inclusive para o Animal Planet e o Discovery Chanel. Muitos céticos dizem que tudo não passa de armação dos estúdios de Hollywood para embalar o lançamento de algum filme futuro e faturar alto com bilheterias e bugigangas, mas a se basear pelo carinho demonstrado pelo casal em público, o futuro bebê é fruto de um verdadeiro caso de amor: Urko beijou Chita em diversas oportunidades, e fez declarações carinhosas sobre sua esposa.

Chita, embora que não tenha as habilidades vocais de Urko e não seja capaz de falar, também tem demonstrado carinho para com Urko em forma de carícias na hora das refeições, quando oferece ternamente para ele as bananas mais suculentas e maduras, sem falar nos momentos íntimos à noite na jaula particular que ocupam em um local confidencial, quando Chita faz longas sessões de catação de pulgas e carrapatos em Urko.

Solteiros, os dois viviam em relativo anonimato antes do romance. Chita dava aulas para universitários e Urko era instrutor em West Point. Juntos, voltaram à fama e ao estrelato, para a alegria dos fãs nas cidades e nas selvas do mundo todo, inclusive de outros planetas.
O bebê é esperado para as próximas duas semanas, segundo o veterinário do casal.

 

 Chita é pura timidez, enquanto Urko é a pura alegria

 



Escrito por O Editor às 00h02
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Educação: Hangar, bilhar, Denver, pôquer, vizir, Ademir, amador e isopor não são verbos, confirma perito da Unicamp.

Agora é definitivo: as palavras acima foram oficialmente classificadas como não-verbos pelo renomado perito em Língua Portuguesa Professor Noel Natale, da UNICAMP. Encerra-se assim uma longa história de erros e dúvidas que assolaram as redações de milhões de alunos de todos os níveis no Brasil e demais países de Língua Portuguesa depois de décadas de milhares de páginas riscadas e notas baixas.

Não foi um trabalho simples, argumenta Natale: "confesso que fiquei confuso em determinados momentos". Mas a confusão foi resolvida com o uso pesado de tecnologia de ponta. "Tentei dezenas de métodos tradicionais de classificação, mas no final, criei um texto no Word e cliquei na tecla F7", explicou ele.

Para os leigos, a tecla F7 chama o poderoso corretor ortográfico, que corrigiu as palavras que estavam escritas incorretamente. A partir daí, foi simples: Natale simplesmente pediu ajuda ao também poderoso Dicionário Aurélio Eletrônico, que forneceu o significado e a classificação de cada uma das palavras em estudo. Natale então observou que as palavras estudadas não eram verbos.

"Eram quase todos s. m.", explicou ele.

Novamente para os leigos, a abreviação s. m. em um dicionário significa que a palavra é um substantivo masculino. "Se eram s. m., então não poderiam ser verbos", arrematou genialmente Doutor Natale.

As conseqüências de seu laudo técnico são as mais variadas e profundas.

"Riscaremos as palavras acima que não sejam colocadas corretamente dentro do seu contexto e tiraremos meio ponto do aluno", desabafou uma professora de Letras da própria UNICAMP.

Com o rigor da tecnologia agindo na educação, a vida dos futuros vestibulandos parece cada vez mais difícil. "Vou ter de estudar mais esse Word", lamentou um candidato que preferiu manter o anonimato.

A disputa por vagas futuras promete ser acirrada. É esperar para ver.

 Doutor Natale, concentrado no ensino

 



Escrito por O Editor às 01h05
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Informática: Microsoft contrata centenas de amestradores de software indianos para combater o Linux.

Preocupado com o crescente avanço do uso do sistema operacional gratuito Linux, Bill Gates deu ordem a seus diretores na gigantesca Microsoft para que não economizem recursos na luta pela liderança do mercado de softwares. Criticada por adotar uma atitude passiva até então, a Microsoft é forçada a reagir.

Segundo pesquisa de mercado, consumidores acham que o Linux é mais difícil de operar, mas é bem mais barato que o sistema Windows, da Microsoft. "A concorrência é agressiva, mas vamos domá-la", anunciou Gates à imprensa.

E ele não está brincando: a filial indiana da Microsoft já iniciou o processo de contratação de profissionais em informática indianos formados na própria Índia. Acostumados a amestrar tigres, elefantes e dezenas de outros animais desde tempos pré-históricos, os indianos são mestres em lidar com a agressividade. Usando técnicas de amestragem, os programadores indianos prometem deter o Linux.

"Mostraremos a eles", diz Garup, um jovem indiano de uma tradicional família de faquires amestradores. Magro, com uma típica e longa barba, turbante e um grande sorriso, Garup já amestrou diversos animais na infância. Acostumado com o assunto, diz que programas de computador seguem o mesmo princípio dos animais. Usando recursos que ocidentais considerariam mágicos, Garup tecla furiosamente em seu PC regras duras e implacáveis de códigos, forçando qualquer software a se comportar com docilidade e respeito.

"Farei desse pinguim um garçom", promete Garup, sorrindo com dezenas de grandes dentes. É esperar para ver.

 

Garup na garupa de um elefante branco da Microsoft 

 



Escrito por O Editor às 01h58
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Ilustrada: Terceiro filho de Madonna se chamará Turiba.

A cantora revelou o nome de seu terceiro filho, fruto do romance com seu ex-dançarino: o bebê se chamará Turiba.

Segundo Madonna, o nome foi escolhido pelo pai, George Decy, em homenagem a um velho amigo de sua terra natal, a Nigéria. Madonna conheceu Decy na década de 80, quando o mesmo participou de alguns de seus shows como dançarino, mas o relacionamento só ocorreu recentemente, depois que Decy abandonou a carreira artística. Madonna o reencontrou durante uma viagem pelo Arizona, onde o mesmo trabalha como borracheiro em um pequeno vilarejo no deserto. Não se conhece detalhes do relacionamento, mas sabe-se que Decy continua no Arizona e está vários quilos acima de seu peso ideal.

Madonna revelou ainda que pretende viajar para a Nigéria com Decy, para apresentar Turiba aos seus familiares.

Turiba em seu habitat natural 

 

 



Escrito por O Editor às 03h36
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Cotidiano: Piloto automático não sobrevive a queda de avião.

Após perder contato com um pequeno avião monomotor nas redondezas de Lisboa, autoridades aeronáuticas portuguesas iniciaram intensas buscas pelo aparelho desaparecido. Localizado, descobriu-se que o monomotor fez um pouso forçado devido a uma falha de navegação.

No entanto, embora o único tripulante tenha saído ileso do incidente, as autoridades aeronáuticas portuguesas notificam o que temiam de pior: foi constatado que o piloto automático não sobreviveu. Consternadas, as autoridades buscam meios legais de notificar parentes da vítima e promover o sepultamento da mesma, embora não saibam como proceder.

"É um acidente triste e sem precedentes", justifica uma autoridade, que prefere manter o anonimato em respeito ao piloto automático.

 

 O que sobrou do piloto automático!

 



Escrito por O Editor às 01h22
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Notícias Falsas Release

Uma rápida explicação sobre notícias falsas: uma notícia falsa é, antes de mais nada, uma notícia que não precisa ser necessariamente engraçada. Pode ser mesmo trágica.

Uma notícia falsa é assim uma tentativa quase sempre bem humorada e louca de plagiar serviços de informações virtuais, que postam notícias de tempos em tempos, às vezes de semana em semana, às vezes de hora em hora, e mesmo de minuto em minuto.

É verdade que não é fácil criar notícias falsas de hora em hora que sejam de qualidade. O fato de ser falsa não significa que seja engraçada, e se não é engraçada, não serve para este site.

Mas isso não é um problema, ao menos do ponto de vista do humor. Manchetes podem ser convertidas em notícias falsas ridículas. Não custa nada.

Só como curiosidade: para se criar notícias falsas, primeiro deve-se criar uma notícia falsa tomando como base uma notícia verdadeira, não necessariamente recente ou importante. Pegue um jornal velho qualquer e pense no que pode haver de ridículo numa notícia qualquer: uma notícia falsa brotará quase que imediatamente.

Se quiser, pode-se seguir essas dez regras básicas:

1-Leia uma notícia qualquer do momento;

2-Pense uma coisa idiota a respeito;

3-junte a notícia real e o pensamento idiota;

4-Escreva a notícia falsa de maneira breve e clara;

5-Se a coisa for realmente interessante, conte a história falsa toda e poste a notícia no fórum ou Blog;

6-Leia uma notícia falsa já publicada;

7-Incremente-a com novas mentiras quentes;

8-Negue, desminta, peça desculpas, confirme, mande fotos forjadas;

9-Cuidado com a Justiça: não pegue pesado. Lembre-se que a idéia é a diversão.

10-Use a imaginação: faça-nos rir até doer a barriga. A realidade cruel pode ser também fonte de humor.


Não se esqueça de pousar o mouse sobre as fotos: as legendas são sempre muito esclarecedoras.

Divirta-se.

 

Release 

 



Escrito por O Editor às 00h52
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
Outros sites
  Notícias Falsas no Orkut
  Blog do Editor
  Sonhos Incríveis
  Site do Editor
  Site de piadas
  Organize-se!
  Defenda-se!
Votação
  Dê uma nota para meu blog



O que é isto?